12 de dezembro de 2010

ASSIM, NÃO!!!


Pelo que se pode ler na CONVOCATÓRIA, o presidente da Mesa da Assembleia Geral de Militantes da secção de Matosinhos prova não estar preparado para as funções que desempenha. E com isso põe em causa o funcionamento democrático da secção de Matosinhos e impede os militantes de participarem.
Antes de tudo levanta-se uma questão legal pois a convocatória não está redigida para que, não havendo quórum à hora marcada (e a secção de Matosinhos tem um elevado número de militantes), se possa efectuar a Assembleia em segunda convocatória seja qual for o número de militantes presentes.
Se como legalista considero este ponto impeditivo da realização da própria Assembleia não é contudo essa a parte que mais me incomoda, pois:
Apesar de à hora marcada não estarem presentes os membros da mesa…  apesar de à hora marcada não haver quórum…  apesar de não haver sido feita a segunda convocatória e, portanto, não haver condições legais para que a Assembleia se realizasse fosse qual fosse o número de militantes presente… o presidente da mesa, sem que a mesa eleita estivesse presente e sem que a assembleia se pronunciasse, fez sentar mais dois militantes na mesa… ficando assim a mesa constituída (4 elementos) ao arrepio da lei… e, apesar de devidamente alertado para a violação estatutária e legal a que estava a proceder, realizou a Assembleia.
O presidente da mesa mostrou deste modo um profundo desrespeito pelos estatutos do Partido Socialista bem como um profundo desprezo pela Lei.
Como se o desprezo pelos estatutos do PS e da lei não fossem suficientes, o sr presidente da Mesa da Assembleia de Militantes mostrou ainda um profundo desrespeito pelos militantes do Partido Socialista ao convocar uma Assembleia-geral de Militantes para as 13:30H do dia 12 de Dezembro (Domingo)
É evidente que a hora e o dia escolhidos foram para dificultar de forma objectiva a participação dos militantes, pois todos sabemos que o Domingo é para muitos o único dia da semana em que podem almoçar em convívio com a sua família…


.

Sem comentários: