1 de julho de 2010

NÃO HÁ PACHORRA PARA TANTO PROVINCIANISMO!

Vou oferecer aos partidos políticos e à Associação "Matosinhos Sempre" uma lista telefónica de Matosinhos... talvez assim consigam atribuir os galardões a fregueses com méritos comprovados.

2 comentários:

Jose Castro disse...

Para quem não é coisa nenhuma em parte igual ataca bastante os direitos e os defensores da província onde se quer vingar.

Normalmente chama-se "seguidismo", mas no seu caso, básico, ficamos na definição de "querer brilhar à força toda, a qualquer custo, e às despesas dos outros".

Otília Gradim disse...

José Castro,

Não há em Matosinhos ninguém a assumir-se como provinciano!...

Há quem seja provinciano exactamente pelos motivos que estão expostos no ponto um “estreiteza de espírito resultante da falta de contacto com actividades culturais ou intelectuais”

Fico contente que tenha manifestado o seu incomodo é sinal que o recado chegou ao sitio certo ;>))

Mesmo que por cobardia se tenha que disfarçar... vá aparecendo!

Saudações
• • • ◕ ◕ ◕ ✿ ✿ ✿ ƸӜƷ