3 de fevereiro de 2010

BITAITES - O QUE DE MELHOR FOI ESCRITO SOBRE O MÁRIO CRESPO

.
UMA TRAGÉDIA DE PROPORÇÕES CRESPOLÓGICAS

«O Primeiro-ministro José Sócrates, o Ministro de Estado Pedro Silva Pereira, o Ministro de Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, e um executivo de televisão encontraram-se à hora do almoço no restaurante de um hotel em Lisboa.
.
Fui o epicentro da parte mais colérica de uma conversa claramente ouvida nas mesas em redor. Sem fazerem recato, fui publicamente referenciado como sendo mentalmente débil («um louco») a necessitar de («ir para o manicómio»). Fui descrito como «um profissional impreparado». Que injustiça. Eu, que dei aulas na Independente. A defunta alma mater de tanto saber em Portugal.
.
Definiram-me como «um problema» que teria que ter «solução». Houve, no restaurante, quem ficasse incomodado com a conversa e me tivesse feito chegar um registo. É fidedigno. Confirmei-o.»

A tragédia
As linhas aqui em cima são parte de uma crónica de Mário Crespo chamada O Fim da Linha.
.
Mário Crespo confirmou, fonte fidedigna, mas o Jornal de Notícias decidiu não publicar a crónica. Até que alguém me prove o contrário é uma decisão editorial face ao delírio, mas isto foi o suficiente para que estalasse a revolta. Foi censura, estão a silenciar o Crespo, diziam, ao mesmo tempo que a sua censurada crónica fazia o pleno nos blogues, redes sociais e nos sites dos outros jornais. Basta um clique para furar o bloqueio ao nosso paladino.
.
Quem já leu a crónica do Crespo que ponha um dedo no ar. Agora molhe o dedinho na boca, coloque-o no ar outra vez e sinta os ventos da censura.
.
É um verdadeiro ciclone de proporções crespológicas.
.
Como no Twitter já se chegou a sugerir convocar uma manifestação para defender a liberdade de imprensa, concluo que a capacidade crítica destes defensores da liberdade de imprensa consiste em aceitar o que o mártir Crespo afirma, não questionando absolutamente nada. Por isso, para não dizerem que sou do contra ou sou pago pelo Sócrates, aqui me junto à trupe dos justiceiros e digo Ave, Crespo, em tuas isentas e bem educadas mãos deposito o futuro da minha liberdade e da minha capacidade de julgamento. E se alguma vez o Sócrates se passar e te chamar louco porque escreveste uma crónica no Jornal de Notícias chamando-o de palhaço, conta comigo para defender o teu direito ao insulto gratuito.
.
Continua a fazer-nos acreditar que as conspirações para silenciar jornalistas são feitas em mesas de restaurante e em voz alta, para a fonte ouvir bem e denunciar melhor; que em dia de Orçamento de Estado o mais importante foi discutir-te; e continua a mandar crónicas para um site do PSD, que é assim que os jornalistas verdadeiramente independentes fazem.
.
BITAITES 
.

17 comentários:

Anónimo disse...

Bom reparo D. Otília que tem como seguidora do seu blogue a D. Otília Gradim. Facto assinalável. Nem todos conseguimos ter-nos a nós próprios em boa conta...

Exprime um estado de alma, contra o Mário Crespo.

O Mário que não a conhece de certeza absoluta e a senhora que presumo não o conhece, é brindado da sua parte com umas piadinhas de literatura de cordel, escritas nos idos anos 80 na Crónica Feminina.

A D. Otilia que bradou contra a liberdade de imprensa de um Jornal local, recorrendo até ao Tribunal de Matosinhos, assumiu o papel de Fernanda Câncio cá do burgo, presumindo eu, que a Sra D Otiia não debuta nos Alpes em época estival ao lado do nosso Primeiro, a menos que as revistas cor de rosa e não da rosa, tenham dado a lume tão bonita imagem e eu que não vou ao barbeiro desde Novembro, deixei escapar.

A D Otília não vive neste pais, ou então não tem ido ao café ler a referencia (socialista) da imprensa nacional de nome JN, do mano Oliveira que não os outros do Leixões e da Câmara.

O que se passou e passa neste pais está relatado neste artigo do Mário Crespo.

A senhora não quer ver, por miopia, ou recente namoro à trupe das rosas.

Bom espero não ficar surpreendido ao vê-la como directora da Acção Socialista, esse sim símbolo de independência, do pluralismo e deste pais pujante económica e socialmente.

Vou estando atento D Otilia, não faltará muito para a deriva e ler um post a idolatrar o Pinto Coelho, o tal do cartaz do Marques

Até lá

O seu

Diogo Rosa Pinto de Parada

Anónimo disse...

"Nenhuma pessoa de bem e defensora de valores como a LIBERDADE, aceita participar num programa com as condições que são expostas no email!"

Otilia Gradim dixit

D. Otilia remeta a frase ao Pinto Leite do JN, pode ser que o artigo do Mário seja publicado.

Do seu

Diogo Rosas Pinto de Parada

Otília Gradim disse...

Caro Diogo Rosa Pinto de Parada,

Ao ler a sua resposta a este post fiquei chocada com o seu estado de decrepitude! Como fica evidenciado com a afirmação que faz: “Exprime um estado de alma, contra o Mário Crespo.”

Então não percebeu o evidente?... Este texto é da autoria de Marco Santos e está publicado no blogue “BITAITES”

Não sabe o que é um link?...

http://bitaites.org/category/cromos

Vá lá ver!

Então já percebeu?

Não seja orgulhoso e procure ajuda medica… hoje há bons médicos de geriatria… não pode, é continuar a exagerar no consumo dos comprimidos! Se procurar ajuda e deixar de tomar os comprimidinhos azuis vai ver que melhora e talvez deixe de presumir tão erraticamente.

Saúdes

☆°◦※◦°☆

JOSÉ MODESTO disse...

Seria importante identificarem o restaurante, a ementa.

Saudações Maritimas
José Modesto

Otília Gradim disse...

José,

Juro que me fartei de rir... esta parece que nao mas está muito bem sacada ;))

Um abraço

Anónimo disse...

Mas D. Otília ao copiar, (palavra feia, presumo que concorde?!!??!!... ou pelo menos alinhe??!!!???... a ver pelo post que precede o "copinaço" do Bitaites.

Ao mais, seguirei o conselho. O dos comprimidos azuis. Mas advirto, não gastarei a energia orgasmica consigo. Livre-me,por favor ou serei compelido a aderir à moda novas leis casamentais do seu PS.

Ao amigo Modesto, que de modesto tem pouco, julgo que o restaurante foi a Estalagem Via Norte, e a ementa arroz de pato, se é que me percebe... e o Mário Crespo não fez intenção de se queixar à Nacional. Explicito, bom amigo. Sei que me entende.

Até sempre do vosso

Diogo Rosa Pinto de Parada

Anónimo disse...

Otilia, este senhor destila tanto veneno que pode ficar doente coitado...Abraço.M

Otília Gradim disse...

Caro Diogo Rosa Pinto de Parada,

Não se trata de copiar mas de dar destaque a algo que outrem escreveu… mas é difícil de explicar estas coisas a alguém com o seu coeficiente de inteligência!! Esteja à vontade porque como não discrimino ninguém em função do seu coeficiente de inteligência… farei sempre um esforço para lhe explicar mesmo que seja preciso recorrer à banda desenhada.

Fico feliz que por o ter ajudado a perceber a sua verdadeira orientação sexual… nunca é tarde para mudar e muito menos para lutar pela felicidade… só lhe peço que assuma perante a sua esposa a sua nova orientação sexual… a honestidade para com os outros é um traço de carácter… sinceramente, acredito que ainda lhe reste um ínfima parte

O José não pode dizer que não o avisei para não ir almoçar consigo… fico agora a saber que comeu arroz de pato… foi um erro já que o Diogo é mais dado a… pato bravo!!!!!

Saúdes
♪♫♪♫•¨♪♪♫♫•¨♪♫♪♪♫♫

Otília Gradim disse...

M,

este senhor engana muito!! Não se trata verdadeiramente de um senhor… trata-se de um mau carácter!!! Entre o ter como amigo ou o ter como inimigo… prefiro-o ter como inimigo!!!
O Diogo é bem mais leal com os inimigos do que o é com os amigos!!!

Abraço
*

JOSÉ MODESTO disse...

Olá mas afinal quem é o DIOGO PARADA!!!

Saudações Marítimas
José Modesto

Otília Gradim disse...

José,

[ahahahahahahahahahahahahahahahah]

É um dos teus apoiantes ;))*

Saudações

Anónimo disse...

Ao José e à Maria (vulgo D. Otília), sem querer fazer o papel de Menino Jesus, pois parece-me que Cristo teve melhor sorte à 2009 anos atrás, com uma outra Maria que o concebeu sem pecado, (seria impossível com esta Maria (vulgo D. Otília) e José o carpinteiro, vejam lá o que era levar com José o Marinheiro, eu não sou apoiante do José.

Presumo que o José faz parte de um Partido que se vendeu na Câmara ao PS? Então certamente não sou apoiante do José, há muito tempo que não me põem lentilhas à mesa, prefiro comer carapau de escabeche, mas adquirido por mim, do que lentilhas dadas por outros.

Por isso caro José devia sentir vergonha do seu PSD e do jogador da bola que por lá anda.

Aguardo a decisão do seu Partido em acabar com esta pouca vergonha, mas disse-me um passarinho caro José que você é um apoiante da coligação. Da coligação ou dos tachos. José você é um pavão!!!!

Do sempre seu,

Diogo Rosa Pinto de Parada

JOSÉ MODESTO disse...

Caro Diogo Rosa Pinto de Parada.
Nunca fui apoiante da coligação...voçê sabe disso e já escrevi o celebre: "GANHUSO".Sou do PSD e com muito gosto, critico o PSD bem como os outros.
Seria interessante que saisse so Anónimato...está com medo?
Mostre-se homem, faça como eu.

Saudações Marítimas
José Modesto

Otília Gradim disse...

José,

Tu ou não lês o que se escreve ou não percebes o que lês... ainda não sabes quem é?...

Saudações Aéreas

Anónimo disse...

Caro José

Você não é apoiante da Coligação??? Contam-me amigos meus que o José este na última Assembleia Geral do PSD e só desancou no PSD, julgo que a sua esposa não parava de bater palmas a esse "D Corleoni" do PSD, chamado Nélson Cardoso.

Do seu

Diogo Rosa Pinto de Parada

Anónimo disse...

D Otilia

Descobriu quem eu sou... mas por favor não seja delatora, senão os seus amigos Parada e Lobão fazem queixa ao Sócrates e deixo de me poder expressar livremente.

Do seu

Diogo Rosa Pinto de Parada

Otília Gradim disse...

Caro Diogo Rosa Pinto de Parada,

Antes de se preocupar com as mulheres dos outros não seria de cuidar da sua?...
Quando se olha mais pela vida das mulheres dos outros normalmente as mulheres dos próprios não são felizes.

Olhe que o José Sócrates vai criar o livro de reclamações para registo das queixas matrimoniais!

Saúdes.