3 de novembro de 2009

O PSD EM MATOSINHOS, INCAPAZ QUE É DE CONQUISTAR A CONFIANÇA DOS ELEITORES, DÁ UMA GOLPADA ANTIDEMOCRÁTICA EM LEÇA DO BALIO

.
Não gosto de políticos sem carácter!
Não gosto de políticos oportunistas!
Não gosto de políticos hipócritas!
Não gosto de políticos que não tem o mínimo de respeito pelas regras mais elementares da democracia!

O PS em Leça do Balio ganhou as eleições mas o PSD aliou-se aos “homens de mão” do Nunca Mais para tomar o poder de assalto!

O Presidente é do PS
Os outros elementos do executivo são 2 do PSD e 2 do NM
Na Mesa da Assembleia de Freguesia o PSD elege um secretário e faz eleger 2 elementos do NM

Se isto não é um golpe vergonhoso, contrário à vontade popular que foi expressa nas urnas, então é o quê?

A falta de carácter é tanta que dão a notícia como uma victória





Share

10 comentários:

Jose Castro disse...

Golpada antidemocrática?
Resulta exclusivamente da aplicação das leis (169/99) que o chamado Estado de Direito promove. Resulta, em exclusivo, da boa prática democrática.

Contrário à vontade popular?
A votação para as juntas é feita exclusivamente para o presidente. Se a vontade popular fosse eleger secretários e vogais, tinham votado em maioria como aconteceu em Perafita ou em Custóias. A vontade popular foi que deixassem à escolha dos eleitos os órgãos seus representativos. Isto é clara e inequivocamente legítimo.

Por outro lado, se a utilização de concertação entre eleitos onde se estabeleceu maioria governativa (essa sim, contra a vontade dos eleitores como expressa por sufrágio e que a senhora defendeu e anuiu) serve para a Câmara, porque razão agora que se cumprem os estatutos e a vontade democrática, a senhora caracteriza de hipócritas, mentirosos, e oportunistas (nem se comenta o Guilherme Aguiar) os que cumprem as seus direitos e deveres?

Dois pesos duas medidas? Ou albarda-se o burro à vontade do dono?

Se a senhora não gosta de oportunistas, mentirosos, sem carácter e hipócritas, tenho que lhe dizer que é masoquista. Representa tudo o que não gosta. Contraria-se constantemente e a sua escrita parece resultado de uma análise ligeira, sem a profundidade de um reflexão séria. Procura apenas verborrear o que lhe passa na cabeça.

Para um ateu, deve ser difícil aceitar os contornos que o caracterizam - depende em exclusivo do seu trabalho. Problema de religião.

Cumprimentos.

Jose Castro.

p.s. eu nunca procuro o insulto ao contrário da senhora que insulta tudo e todos, procuro desconstruir a análise distorcida da realidade que aqui narra.

joaquim disse...

O caro amigo está equivocado, na verdade a lei, que infelizmente era para ser alterada já para evitar estas incongruências (não o foi, mas será) permite, mas a ética de cada um não devia. Não há comparação. O PS ganhou, e isso foi o que o povo decidiu. Deve governar. O que fizeram foi isolar o único elemento PS, e fazer um anti governo, uma coligação negativa, não respeitando a vontade do povo. Isso chama.se batota. O PS em Matosinhos, assim como no país, ganhou e procurou um parceiro para garantir a estabilidade dando cumprimento á vontade popular. Em Matosinhos o PSD eleito aceitou, no país não foi possível. Mas Sócrates não vai formar governo com os ministros dos outros partidos...veja só a incongruência da situação!!!!! É claro que a Lei permite, mas a consciência não devia....

OTÍLIA GRADIM disse...

Lamento muito… mas a lei não permite este tipo de jogadas e golpadas!!

O que aconteceu foi que o Presidente da Junta mostrou desconhecer a lei... infelizmente há muitos políticos assim!!

joaquim disse...

Na verdade a lei permite, porque é omissa, e se não permitisse o acto era impugnado, mas como diz sim, o Presidente tinha outras alternativas...

OTÍLIA GRADIM disse...

Joaquim,

A lei não permite espere pelo post seguinte.

um abraço

Jose Castro disse...

Tenho a certeza que, apesar de diferentes, as coligações de governação serão construtivas.
Ambas nas Juntas e na Câmara.

Assim o espero.
Aliás tal como a oposição.

E a lei é clara. Se está errada? Concordo, mas é claro.

OTÍLIA GRADIM disse...

Joaquim,

As mulheres só estão na politica por mérito... os homens estão na politica na maioria dos casos por falta mérito!!

Um abraço
.

joaquim paulo silva disse...

Cara Otília:

Eu já tinha lido toda essa parte legislativa, até já tinhamos posto essa situação, acontece o seguinte: A oposição iria sempre rejeitar as propostas e das duas uma ou o Presidente ia até ao fim e leva aos limites indo para os Tribunais, talvez redudando em novas eleições, ou acanhava-se e doi o que fez, ele cedeu logo. Aqui várias questões se punham, não a mim mas a quem está na assembleia, o de impugnar, e parece-me que também aí a bancada liderada pelo coordenador da secção abdicou...há portanto duas abdicações...
nota: por acaso tenho o livro e já fui ler os pontos, estou de acordo consigo, mas quem pode impugnar?

OTÍLIA GRADIM disse...

Joaquim,

Não conheço a acta.

Se não foi o Presidente da Junta que propôs os nomes em causa a sufrágio, é em tribunal administrativo que deve ser pedida a impugnação. Essa impugnação pode ser apresentada por qualquer eleitor inscrito nos cadernos eleitorais da freguesia pois é parte interessada no processo.

SE FOI O PRESIDENTE DA JUNTA QUE PROPÔS OS NOMES EM CAUSA A SUFRÁGIO NÃO HÁ NADA A FAZER, a menos que o Presidente Junta alegue ter sido coagido a apresentar tais nomes (mas não se me afigura fácil fazer prova de tal argumentação)

Um abraço
.

Otília Gradim disse...

JC,

Este blogue é um espaço de LIBERDADE DE OPINIÃO e como tal os comentários entram directamente sem qualquer censura… só são eliminados os comentários que coloquem em causa o direito ao bom nome a que todos os cidadãos têm direito.

Dai que os seus comentários fiquem registados sempre que os entenda fazer… mas a sua LIBERDADE DE OPINIÃO não pode interferir na minha LIBERDADE INDIVIDUAL de escolher com que dialogo… usando o meu LIVRE ARBÍTRIO decidi não lhe voltar a responder!
É-lhe no entanto garantido o direito de comentar ;))
.