28 de novembro de 2009

26 de novembro de 2009

DE TARDE


Naquele pic-nic de burguesas,
Houve uma coisa simplesmente bela,
E que, sem ter história nem grandezas,
Em todo o caso dava uma aguarela.

Foi quando tu, descendo do burrico,
Foste colher, sem imposturas tolas,
A um granzoal azul de grão-de-bico
Um ramalhete rubro de papoulas.

Pouco depois, em cima duns penhascos,
Nós acampámos, inda o Sol se via;
E houve talhadas de melão, damascos,
E pão-de-ló molhado em malvasia.

Mas, todo púrpuro a sair da renda
Dos teus dois seios como duas rolas,
Era o supremo encanto da merenda
O ramalhete rubro das papoulas!

Cesário Verde

24 de novembro de 2009

SE O CONSELHO DE JURISDIÇÃO DISTRITAL DO PSD/PORTO SUSPENDEU O ACTO ELEITORAL


Mais uma vez o dirigente do PSD eleito  sai fragilizado, com questionável credibilidade e legitimidade para ser oposição em Matosinhos. 

Share


Share

23 de novembro de 2009

ESTA É A MELHOR ANEDOTA QUE RECEBI ATÉ HOJE

DIREITO PENAL

Aos meus preclaríssimos amigos de sólida formação jurídica e longa experiência da vida.

Quando a igreja veio afirmar que a pílula do dia seguinte já é aborto, suscitaram-se, de imediato, as seguintes dúvidas no âmbito do direito penal, que me parecem muito pertinentes:

- A masturbação é homicídio prematuro ou premeditado?
- E o sexo oral será canibalismo?
- Será que poderemos considerar o coito interrompido como abandono de menor?
- E o que dizer do preservativo? Será lícito configurar o seu uso como homicídio por sufocamento?

20 de novembro de 2009

A VIDA EM QUATRO ESTAÇÕES


“Costumo dizer que sou um leceiro da Região Demarcada da Amorosa”, diz, em tom de brincadeira.
A sua infância foi muito marcada pelo pai, alfaiate, que tocava violino. “Na perspectiva do meu pai, frequentar o Conservatório de Música do Porto era aquilo que mais lhe agradaria que eu fizesse. Não foi aquilo que mais me agradou fazer. Aquilo que eu gostava mesmo, mesmo, mesmo, era de ter sido corredor de bicicleta. O meu pai tinha sido ciclista.
...
Share

19 de novembro de 2009

O PROFESSOR CARLOS SERRA ESCREVEU UM ARTIGO NO SEU BLOGUE - DIÁRIO DE UM SOCIÓLOGO - QUE É DE LEITURA OBRIGATÓRIA!!



Porém, não existem pensamentos puros à partida, não existem pensamentos em si, não existem pensamentos mais ou menos pobres geneticamente estabelecidos. Os nossos pensamentos, os pensamentos sociais, os pensamentos colectivamente produzidos, estruturados e reproduzidos, não são diferentes em si, não são diferentes porque à partida uns são mais inteligentes do que outros, mas são diferentes porque são diferentes as condições sociais nas quais vivemos.
Já agora, permitam-me recordar o que há tempos aqui escrevi, a saber:
"Uma das mais sofisticadas formas de racialização e de racismo dos centros hegemónicos do poder mundial hoje consiste em salvaguardar as diferenças culturais, em defender discursivamente a todo o transe a especificidade cultural deste ou daquele país, desta ou daquela cultura, desta ou daquela “raça”. Assim fazendo, os ideólogos do racismo “inteligente” muralham a suposta pureza dos nichos culturais dos centros hegemónicos que produzem a cartografia das diferenças, segregam com doçura e ópio perfumado os Outros no momento preciso em que os abraçam. Mas esse problema é bem mais complexo do que pensamos, ele tem, afinal, a alma elástica dos boomerangues. Na verdade, segregados, fechados em muros sociais que os outros criaram, os alvos do racismo cultural assumem a segregação como um ícone bendito, a substancialização definitiva do que são, a irredutibilidade do seu suposto ser em si, dotando, com variados matizes, a falsa inferioridade de que são acusados, com a pimenta da vitalidade musculada."

UM POST EXCELENTE E OBRIGATÓRIO


Onde coisas sérias são ditas a brincar e...
a brincar são ditas coisas muito sérias!

12 de novembro de 2009

HÁ MUITO QUE ACOMPANHO O BLOGUE "MA KE JETO, MOSSO"


Tem sempre excelentes posts e ESTE fez-me chorar de tanto rir.

QUEM NÃO QUER SABER A RESPOSTA NÃO FAZ A PERGUNTA

.
PERGUNTARAM-ME COMO POSSO SER AMIGA DE ALGUÉM QUE SE DIZ FASCISTA.
A RESPOSTA É SIMPLES!
É-ME MAIS FÁCIL SER AMIGA DE UMA PESSOA QUE SE DIZ FASCISTA DO QUE SER AMIGA DE UMA PESSOA QUE É FASCISTA E SE DIZ DEMOCRATA!
.

11 de novembro de 2009

A MORTE DO NARCISO

No quarto silencioso apagou-se devagar…
Pétala atrás de outra não desfolhou a vida,
Morreu sim com face mais empalidecida,
Como um doente leva segredo a enterrar.

Misterioso apagou-se, e ninguém percebeu.
Pois nesse mesmo instante de cruel melancolia,
Só eu lhe presenciava a muda agonia,
Só eu tomei sentido de quanto se perdeu.

E quando tudo isso passei a escrever,
Igual a uma alma da morte libertada,
No ar, leve insinuou-se doçura perfumada
Pairando em casa muito depois do anoitecer.


DIMITRIE ANGHEL
Roménia
(1872-1914)
ROSA DO MUNDO
Trad. Doina Zugravescu




Share

UM POST ★ ★ ★ ★ ★

CARTA DE UM JOVEM VAMPIRO

3 de novembro de 2009

FOI GOLPADA ANTIDEMOCRÁTICA QUE BENEFICIOU DO DESCONHECIMENTO DA LEI




O PSD EM MATOSINHOS, INCAPAZ QUE É DE CONQUISTAR A CONFIANÇA DOS ELEITORES, DÁ UMA GOLPADA ANTIDEMOCRÁTICA EM LEÇA DO BALIO

.
Não gosto de políticos sem carácter!
Não gosto de políticos oportunistas!
Não gosto de políticos hipócritas!
Não gosto de políticos que não tem o mínimo de respeito pelas regras mais elementares da democracia!

O PS em Leça do Balio ganhou as eleições mas o PSD aliou-se aos “homens de mão” do Nunca Mais para tomar o poder de assalto!

O Presidente é do PS
Os outros elementos do executivo são 2 do PSD e 2 do NM
Na Mesa da Assembleia de Freguesia o PSD elege um secretário e faz eleger 2 elementos do NM

Se isto não é um golpe vergonhoso, contrário à vontade popular que foi expressa nas urnas, então é o quê?

A falta de carácter é tanta que dão a notícia como uma victória





Share

2 de novembro de 2009

O PRIMEIRO LIVRO DA RITA

.
Ainda não o comprei mas fá-lo-ei logo que possa!
[mais informações]


Share

1 de novembro de 2009

“A POESIA DE SEBASTIÃO ALBA, A INUSITADA E DESCONCERTANTE ELEGÂNCIA DO SEU VERBO, A SUA SABIA E LESTA CAPACIDADE PARA VISLUMBRAR A ESCORREIÇÃO DO BEM PENSADO QUE RESCENDE, SIMULTANEAMENTE, AO AROMA PUNGENTE DA SURPRESA E DO INSÓLITO, PRODUZEM, NO MAIS ATENTO DOS SEUS LEITORES, ECOS E RESSONÂNCIAS, REFERENCIAÇÕES, QUE CONSTITUEM APANÁGIO DE MUITO POUCOS POETAS.” - RUI KNOPFLI

Em cada mão, a pedra com que insulto
o meu sorriso a demolir, no espelho
dos lavabos do bar. Oiço o tumulto
na sala. Aos 39, estou um velho,


dizem. Ora bem, concedo –  seus filhos
da p… Largo as pedras, já cadentes
consomem-se e não chegam aos ladrilhos.
Agora, isco o sorriso e dou-lhes luta

ao balcão. Estes bêbados vigiam,
voantes, aquilinos sobre a minha
vida, a imagem que mais lhes dá no goto,

mas se enreda em quem sou. E desconfiam…
Então, erguendo o copo, assomo à imagem,
com a fralda de fora e um pé boto.
SEBASTIÃO ALBA

(1940 - 2000)
(Pag. 24)
INLD, Maputo, 1981
Capa de A. Saldanha Coutinho