10 de agosto de 2009

A RESPOSTA QUE VÍTOR MAGANINHO NÃO PUBLICOU

.
Confesso que fiquei surpresa com a sua resposta, para qual fui alertada por um amigo.
E fiquei surpresa porque?Porque nela demonstra uma falta de inteligência que não lhe atribuía, uma falta de carácter que não conjecturava em si.
É verdade que errei gravemente!
Não foi na resposta (mais ou menos a brincar consigo) ao seu post que errei! Errei gravemente na análise de carácter que fiz do Victor Maganinho ... e quando se erra numa análise de carácter, há sempre erros que, em consequência, se cometem.
Só uma pessoa com falta de carácter responde a outra dizendo “porque a resposta que lhe vou dar, servirá para si e para outros”. Não sei para quem servirá, mas garanto-lhe que para mim não serve. E sabe porque? Porque, cobardemente, só faz insinuações! Uma pessoa que não é cobarde só ataca com o que pensa e fundamenta-se em factos, nunca em suposições.
Considera este comentário ofensivo "Acho inteligente e estrategicamente bem pensado que assine a candidatura, já que é dessa divisão que o candidato vindo de Gaia depende para sonhar em ganhar… só não me diga que é democracia porque cai em incoerência… é estratégia!" . Tem razão para o considerar porque não há nada de mais ofensivo do que chamar inteligente a quem não o é! Lamento, ter sido induzida em erro ao considera-lo muito mais inteligente e educado do que prova ser!
Talvez por não ter a inteligência que lhe atribuía é que todo o seu post é um exercício de falta de carácter, com muita cobardia à mistura, com uma enorme necessidade de afirmar o que não é!… Saberá o menino o que é?... O menino já é crescidinho para ainda estar nessa fase!…
Sei que a vida de hoje não facilita a passagem de menino a homem, mas 38 anos afigura-se-me tempo mais que suficiente para se saber o que se é em vez de só saber o que não é. Enfim… tempos difíceis!
O facto é que a sua auto imagem estará deformada e este post é a prova da sua falta de inteligência, falta de cultura e mais grave do que isso é patéticoSe de facto o tivesse querido ofender não lhe teria escrito o que escrevi mas antes alguma coisa do género “não seja parvo que a candidatura não precisa de mais assinaturas, bastam 4000” ou então “não vá oferecer a sua assinatura, porque faz figura de parvo”.
Que papelão o que fez ao ir oferecer a sua assinatura!... e o Narciso aceitou? (ahahah), ou o Narciso não aceitou? (ahahaah)
Se tivesse o mínimo de cultura e já não falo de cultura geral mas de cultura política saberia ler a lei e interpreta-la, e imediatamente descobriria que havia fraude nos números divulgados.
Afirma-se um defensor da liberdade e, como não recebe lições de ninguém, afirma que vai votar na Manuela Ferreira Leite (não é naquela que afirmou não ser mau suspender a democracia?...) se fosse minimamente coerente, como grande defensor da liberdade que se auto intitula nunca votaria em quem se anuncia como uma ameaça a essa mesma liberdade…
Se a sua cultura não ficasse só pela cultura matosinhense… saberia que há na história ditadores que foram eleitos democraticamente, de que é um bom exemplo o Hitler!…
Bem, mas eu não estou aqui para lhe dar lições (mas lá que o QUERIDO parece precisar de umas explicaçõezinhas lá isso parece)!
Tais explicações sempre poderiam leva-lo a evitar afirmar aberrações do tipo” Exerço cidadania e luto por a liberdade em Matosinhos porque ela não existe.” ... que ainda por cima são de um provincianismo confrangedor.
Se voltar a atacar alguém recorrendo à insinuação tente pelo menos informar-se a quem se está a dirigir… assim saberia o meu passado político e o período em que não vivi em Matosinhos… e perceberia o quão ridículas são as afirmações por si feitas!
.


Cara Otília Gradim


Cara Otília Gradim,Decidi responder-lhe em Post ao seu comentário no meu post "A candidatura de Narciso Miranda" porque a resposta que lhe vou dar, servirá para si e para outros, entenderem de uma vez por todas porque o Matosinhos OnLine existe e porque o que aqui escrevo, não é a favor ou contra ninguém além de mim próprio e da minha consciência que certamente, umas vezes estará certa e outras errada. Sou humano e assumo-me como tal, logo... Falho e até, nem são tão raras assim as vezes em que acontece. Ao contrário de outros, não me julgo "dono da verdade" e democracia para mim, não quer dizer "eu estou certo e os outros também estão, se pensarem como eu!"


"Acho inteligente e estrategicamente bem pensado que assine a candidatura, já que é dessa divisão que o candidato vindo de Gaia depende para sonhar em ganhar… só não me diga que é democracia porque cai em incoerência… é estratégia!"
Há coisas que tenho absoluta consciência na vida por muito que custe a alguns aceitar e uma delas é realmente a capacidade de inteligência.


Por isso não gosto e nem admito que gozem com ela, com a minha inteligência.
Ao vir-me falar de estratégia em relação ao candidato que veio de Gaia, relembro-lhe que não é meu candidato logo nada tenho a fazer por ele, muito menos perder o meu tempo em seu favor.


Mais lhe quero lembrar que devo ser o único blogger em Matosinhos que não tem o rabo preso a ninguém (partido ou candidato ou ainda o sonho de o ser a qualquer coisa, logo, tenho a liberdade de criticar positiva ou negativamente cada um deles enquanto cidadão, eleitor e me encontrar no pleno das minhas faculdades.


Não tenho familiares, amigos a quem deva favores, patrões, empregados, amantes ou ex. amantes, correlegionários de coisa nenhuma, gente a quem deva dinheiro, financiadores de projectos meus ou da minha família, etc, etc.
Nada, não tenho nada com ninguém que esteja a concorrer às eleições autárquicas em Matosinhos.
Por outro lado falou em incoerência, minha cara... Não aceito de si ou de quem quer que seja lições de coerência política ou de vida. Fui militante de um partido e quando me cansei de dizer "sim" quando pensava "não" deixei de o ser e já lá vão mais de 10 anos. A partir desse dia por COERÊNCIA, nunca mais quis saber de vida política activa. Sou 100% independente, voto António Parada para a Junta, como votei sempre em Henrique Calisto antes, voto no Prof. Aníbal Cavaco Silva para PR, Votei no José Sócrates para 1º Ministro (neste, como me arrependo...), votei PSD nas Europeias, certamente votarei Honório Novo para a CM Matosinhos e no PSD nas legislativas.
Como vê, não andei a saltar de partido em partido e não espero coisa nenhuma de nenhum deles. Como independente, voto em quem quero porque não recebo nada de nenhum deles. Critico a todos no bom e no mau. Exerço cidadania e luto por a liberdade em Matosinhos porque ela não existe.


A Sra. Acha-se no direito de me vir falar em coerência???? Então, como não quero particularizar consigo, vou-lhe dizer que falta de coerência têm os socialistas de Matosinhos, os que estão ao seu lado no apoio a Guilherme Pinto e o próprio candidato. Quem levou Guilherme Pinto ao colo há 4 anos??? Quem andou 30 Anos a votar em Narciso Miranda??? Então, agora o homem é um ladrão que andou a enriquecer na CMM, tem maus instintos e falta de carácter, é oportunista, tem todos os defeitos do mundo??? Adquiriu-os agora????


Então a falta de coerência minha querida, não é minha. Eu nunca votei no Sr. Narciso Miranda nem vou votar agora. O sr Guilherme Pinto, a Senhora e todos os vossos correlegionários é que sofrem de uma incrível incoerência e já agora... Falta de memória.
Quanto a democracia, para mim quanto mais diferenças estiverem a votação, melhor é a democracia. Respeito quem pensa diferente!
.
Obrigado pelo seu comentário
Abraço
.
.

8 comentários:

otília gradim disse...

Vítor Maganinho mostra como defende a LIBERDADE que falta em Matosinhos...
Nem falta liberdade em Matosinhos nem Vítor Maganhinho é seu defensor!

Anónimo disse...

E a Otília queria que ele publicasse esta sua resposta? Ele, o único e verdadeiro democrata e defensor da liberdade em Matosinhos???

tss... tss...

Isso seria um ataque a esse "guardião da liberdade e da democracia" e por isso mesmo um ataque à "liberdade e à democracia", coisa que o heróico Maganinho nunca poderia aceitar...

Vai daí, em nome da liberdade e da democracia, a sua resposta foi censurada ... estava à espera de quê??

Só um "verdadeiro democrata" como o Maganinho consegue pôr a censura ao serviço da liberdade...

Saudações democráticas (mas sem censura)

ANARkA

Anónimo disse...

Olha olha!!!

Mais um que se pôs a atirar pedras e estilhaçou o seu telhado de vidro

Mas este não é parvo de todo!

Em vez de atirar a pedra e esconder a mão, atirou a pedra e quis esconder o estrago;-)


Mas a Otília merece uma resposta e espero que o tal maganão lhe responda... Só para ver se a Otília a publica:-))))

Zé do Telhado

otília gradim disse...

Caro José do Telhado,

Neste blogue os comentários são directos e só retiro os comentários que ofendam terceiros ;))

Se os insultos forem só para mim cá ficarão pois não preciso de gritar que defendo a liberdade... ajo em respeito por essa mesma liberdade ;)

Só não colaboro com afirmações que possam por em causa a honra de terceiros sem que para tal tenha provas do que é afirmado… este é um princípio muito cristão ”não faças aos outros o que não gostavas que te fizessem a ti”

cumprimentos

otília gradim disse...

Caro ANARkA,

Estava à espera de ver o meu comentário publicado já que nele há uma série de insinuações que não poderiam ficar sem resposta.

O Maganinho ficou ofendido porque lhe chamei inteligente... e ao que parece tinha razão para se ofender e como tal só lhe podia pedir
desculpas ;))

Cumprimentos

Anónimo disse...

Parece-me que tudo não passa de um mal entendido e que o problema maior é a falta de humor.
Quanta agressividade, quantas verbalizações que nem se percebe a que propósito.
E não são adversários concorrentes a cargos políticos.
Deve-se é olhar mais atentamente para os actores políticos, pois só o que esses dizem e fazem tem consequências.
Um abraço

JOSÉ MODESTO disse...

A última resposta deixou-me perfeitamente esclarecido.
Saibamos estar na Blogosfera, já o disse: somos jornalistas de nós mesmos.
Vamos elevar a blogosfera, ela não pode ser ignorada.

Quantas ideias-soluções,colocamos na blogosfera, tenho a certeza que todas as forças politicas na nossa cidade as consultam.


Saudações Marítimas
José Modesto

otília gradim disse...

José,

Na blogosfera estou como na vida real e não admito insinuações a ninguém!

Felizmente que não há pena de morte em Portugal ou já teria sido enforcada sem direito a defesa ;))

O grande defensor da liberdade apaga quem lhe responde à letra com a mesma leviandade com que grita: “em Matosinhos não há liberdade”.

Fez-me lembrar o menino que gritava: olha o lobo...! olha o lobo!...
Um dia apareceu realmente o lobo e o menino voltou a gritar: olha o lobo! olha o lobo!
Ninguém acreditou... e o lobo comeu o menino ;))

Um abraço