1 de julho de 2009

TAMBÉM TENHO PARA MIM QUE MATOSINHOS MERECE MELHOR!!!


ENTÃO PORQUE PROPÕEM ESTE CANDIDATO?

Ao ler o Jornal "Matosinhos HOJE" fiquei abismada com a notícia em que se descreve a apresentação da candidatura do PSD ao município. Confesso que tive que ler uma segunda vez de tal modo fiquei incrédula sobre o que lia…

Interroguei-me se o PSD e o CDS concelhio tinham estado presentes? ...
Interroguei-me se a Clarisse de Sousa terá estado presente e em silencio? ...
Interroguei-me se o Paulo Coutinho terá estado presente e como tinha deixado que o acto oficial da apresentação de candidatura em coligação ao município de Matosinhos tivesse decorrido de acordo com o descrito?...
A minha maior interrogação foi: qual é o mérito que o Guilherme Aguiar tem que a Clarisse de Sousa não tem e que levou o PSD preterir a dirigente concelhia?
O artigo que li foi para mim esclarecedor para não ter dúvidas de que Guilherme Aguiar não tem mais mérito que a Clarisse de Sousa.
A apresentação da candidatura resume-se a mais ou menos a isto: vieram uns senhores de Gaia para nos dizer que um deles é candidato do PSD ao município de Matosinhos e para nos brindar com uma mão cheia de disparates… na sua brilhante análise política sobre Matosinhos devem ter concluído que somos todos parvos.
Assim, e de acordo com o artigo analisemos as pérolas “made in Gaia”
A primeira intervenção coube a Marco António – um homem de Gaia
Marco António Costa, líder da Comissão Política Distrital do Porto do PSD, foi o primeiro a discursar, frisando a ideia de que “esta candidatura representa a vontade dos homens e das mulheres de Matosinhos, que estão acima dos partidos”.
Marco António ao fazer uma afirmação deste teor parece que se envergonha do seu partido (PSD) assim como do outro partido (CDS) que são parte integrante da coligação, e pior, parece pensar que os matosinhenses são burros!… Quais foram os homens e mulheres de Matosinhos que manifestaram vontade de ter este candidato?...
Será que não se lembra (o que é do domínio publico) que o PSD Matosinhos não só não foi capaz de encontrar um candidato nas suas fileiras locais, como ainda o foi tentar recrutar dentro do PS (boato que fez correr muita tinta há algumas semanas atrás e que nunca foi desmentido)?


A segunda intervenção coube a Luís Filipe Menezes – outro homem de Gaia
“No entender de Luís Filipe Menezes, a divisão de votos no PS permite, já hoje, ao PSD valer “não os 30, 31%”, mas sim “35, 36, 37%”
Luís Filipe Menezes com esta afirmação admite que a haver uma vitória da coligação PSD/CDS ela não se deverá ao seu mérito mas à divisão que existe no PS e desvaloriza completamente e de imediato o mérito dos candidatos da coligação do PSD/CDS a serem sufragados no dia 11!
É pois verdade que “Matosinhos merece melhor” e que este candidato é mau para Matosinhos!
“O José Guilherme Aguiar tem dimensão regional e nacional. Fez obra por onde passou, no associativismo, nas funções autárquicas. É essa a mais-valia da candidatura”
Guilherme Aguiar não é conhecido pelo seu desempenho de vereador na câmara de Gaia onde ocupa o pelouro do desporto, lazer e tempos livres; da saúde, da acção social… nem por ter sido presidente de junta numa freguesia de Gaia.
Guilherme Aguiar, essencialmente, é conhecido por ser membro do painel de um programa sobre futebol e por ser um acérrimo defensor do FCP e é só por este atributo é que é reconhecido (e nisto estou à vontade porque o FCP é o meu clube)

A terceira intervenção coube a Guilherme Aguiar – um homem de Gaia
Não começou bem.
“Assim chegou, com cerca de uma hora de atraso, José Guilherme Aguiar ao Parque Basílio Teles”
Afigura-se-me natural já que é preciso conhecer a zona para não se perder pelo caminho pois o Parque Basílio Teles não fica bem no enfiamento das marisqueiras de Matosinhos Sul… embora os seus conterrâneos de Gaia não tivessem a mesma dificuldade e já estivessem presentes para o espectáculo.
No púlpito podia-se ler “MATOSINHOS MERECE MELHOR” fiquei surpreendida com a capacidade auto-critica que Guilherme Aguiar mostrou ter… só não me parece que tenha escolhido o melhor sitio para a oficialização da sua candidatura, pois para alem do local escolhido me ter parecido errado, afigura-se-me simbólico e prenunciador de que mais uma vez ficam à porta…
“No público, encontravam-se apoiantes e militantes das duas forças político-partidárias, não só de Matosinhos, mas também de Vila Nova de Gaia, município onde José Guilherme Aguiar é vereador.”
Fiquei sem perceber se houve um recenseamento maciço em Matosinhos dos seus amigos de Gaia ou se estes, mesmo não tendo direito a voto cá no burgo… vieram só festejar a sua saída de Gaia...
“dirigiu-se “aos cidadãos de Matosinhos, aos que nasceram cá, aos que vivem cá e aos que, como eu, vieram para cá trabalhar”.
Esta é uma frase bonita mas desnecessária já que o que está em causa são os cidadãos e as cidadãs que tem direito a voto no concelho, o que não é o caso do candidato… pois, com todos muito bem sabemos, ele não nasceu cá, não vive cá, nem veio para cá trabalhar... (apenas tem a vã esperança que os “lorpas” cá do burgo, com o seu voto, lhe arranjem aqui um excelente “tacho”!
Segundo a mesma notícia afirmou
“disparou críticas aos seus principais adversários, Narciso Miranda e Guilherme Pinto, responsabilizando-os pela situação de “estagnação” a que o concelho chegou, graças a “lutas estéreis” no Partido Socialista:”
“ Matosinhos é um concelho de referência e, por isso, precisa de desenvolvimento, de qualidade de vida, de estabilidade e de coesão social”,"
Provavelmente o candidato com “A ansiedade” dispara ao jeito da nossa polícia ( se não querem acertar, matam; se querem atirar a matar, perdem a bala): - como pode Matosinhos ser um concelho de referência se está numa “situação de “estagnação” ?...
Como pode o concelho de Matosinhos que, segundo as palavras de Guilherme Aguiar, está estagnado receber um o Prémio de Cidade de Excelência
Matosinhos é mesmo uma referência de qualidade de vida mas para as pessoas que cá vivem e que gostam da terra e não para os que aqui se deslocam só porque cá vêm comer peixe fresco…
Assustador, assustador é ler que Guilherme Aguiar falou de “de estabilidade e coesão social” quando Gaia é um dos concelhos com mais desemprego!...
E torna-se ainda mais assustador quando se sabe que Gaia é o 2º município mais endividado do país, só tendo à sua frente Lisboa!...
Fazer uma afirmação destas “Parece a Bósnia portuguesa” é uma gravíssima ofensa a todos os matosinhenses que, dentro da democracia que a todos nos rege, assumem e manifestam as suas divergências. É falsear a história e, mais grave que isso, é fazer o branqueamento (ou então associar-nos) aos crimes contra a humanidade que na Bósnia se cometeram.
Termina dizendo uma grande verdade: “Não é novidade nenhuma que sou um adepto emocional do FC Porto
Se não fosse esta sua qualidade de acérrimo defensor do FCP seriam muito poucos os matosinhenses que o reconheceriam, já que não é a notoriedade do seu trabalho como presidente de junta ou como vereador da câmara de Gaia que o torna conhecido.

Ficou pois bem provado que

MATOSINHOS MERECE MELHOR!

16 comentários:

Telmo Cunha disse...

Os meus parabéns pelo fantástico texto.

Estou 100% de acordo com as suas palavras, em relação às apostas actuais do PSD em Matosinhos.

otília gradim disse...

Caro Telmo,


Não esperava encontrar alguém a concordar… Obrigada


Saudações
Otília

Anónimo disse...

minha cara:
posso até concordar consigo quanto a termos cometido alguns erros de casting no lançamento da candidatura do Guilherme Aguiar, mas parece-me que pelo menos lançamos uma pedrada na estagnação em que se encontra a situação política no concelho.
Por mais que tente, com esse seu avinagrado palavreado, não irá conseguir lançar a confusão nas nossas hostes e se fosse a si tinha mais um pouco de atenção para a confusão que vai para as bandas do PS e quejandos independentes. Isso sim, é que está um verdadeiro vespeiro!...

Espanta-me também que nada diga sobre a sua antiga paixão pelos da "ESTRELA" mas olhe que eles também já anunciaram o seu putativo candidato. E olhe que na espantosa criatividade e originalidade política (BAAAHHHH...) desses seus antigos correligionários a sua pena iria encontrar temas bem a propósito do veneno que tão habilmente destila....

Este seu
Morgado do Bailio

Anónimo disse...

Otília Reisinho. Cumprimentos.
Sou dono de um restaurante em Matosinhos, vivendo das refeições que sirvo ás pessoas que nos visitam. Guilherme Aguiar é uma excletente oportunidade de negócio, pois pode trazer para a nossa terra muitos portistas esfaimados. Os de cá já estou muito gordos e querem comer de borla. A sua prosa "au vinagrette" é exemplo acabado de como se pode deturpar as melhores intenções atribuindo ás palavras sentidos que o próprio nem sequer pensou, quanto mais os quis dizer.
Matosinhos merece melhor, merece que os titulares de cargos políticos sejam devidamente preparados e formados e, no fim , responsabilizados, mas não só politicamente.
Por ser mulher, gostaria que Clarisse Sousa fosse a candidata do PSD. Acontece que esta senhora se assemelha em tudo, na postura política e social, ao Dr. Marinho Magina. Não se lembra? Não lhe convém?
Afinal, que contributos positivos pode dar para solucionar os problemas locais.? Não basta atirara pedras e pedregulhos. Atire ideias, sujestões sensatas.
Obrigado pela atenção.
Florentino Monteiro, Sendim

Paulo Marques disse...

Matosinhos merece, de facto, muito melhor... Muito melhor que textos de opinião como o seu.
Chamar-lhe "opinião" será talvez hiperbolizar o conteúdo deste texto, uma vez que o principal argumento que esgrime contra o candidato é o facto de o mesmo não ser de Matosinhos.
Causa-me até alguma estranheza esta sua preocupação com a proveniência do Dr. Guilherme Aguiar, uma vez que génese deste tipo de pensamento se situa nos antípodas daquele que você habitualmente defende. Ou será que se converteu ao "orgulhosamente sós" do estado-novo?
Se esta é a melhor crítica que consegue produzir, devo concluir que de facto, se trata de um excelente candidato.

Paulo Marques (Senhora da Hora)

Anónimo disse...

Seria mais positivo publicar no seu blog o perfil, a experiência (se é que a tem) e exemplos práticos de competência do candidato do BE, Fernando Queiroz, do que criticar um candidato que reúne esses elementos todos publicamente.

Criticar e destruir é fácil, mas construir...por outro lado, é evidente que Matosinhos merece melhor, proponha soluções e não mais problemas.

Fica feito o desafio.

JOSÉ MODESTO disse...

Cara Otília, seria importante vêmos a sua opinião sobre o actual Presidente da nossa Câmara.

Saudações Marítimas
José Modesto

otília gradim disse...

Caro Anónimo,
Morgado do Bailio

Não entendi que a apresentação da candidatura de Guilherme Aguiar ao município de Matosinhos fosse uma pedrada na estagnação política do município… pareceu-me que deu foi uma pedrada na sua própria candidatura!

Sobre os “antigos correligionários” irei escrever alguma coisa mais tarde… mas não me parece sequer que me deva deter por muito tempo com essa candidatura… já que o BE em Matosinhos não existe…

Saudações


Caro anónimo
Florentino Monteiro

A sua resposta fez-me lembrar a máxima de quem vive da indústria funerária
“Não quero que ninguém morra mas quero que o negócio corra”

O que se me afigura é que não percebe muito do negócio… já que parece que está a contar que Guilherme Aguiar venha e traga os amigos para comer e pagar ;)) acontece que ele já vem cá comer, traz os amigos e paga!

Para seu bem assim deve continuar a ser!

Ou ele passará a vir cá comer, a trazer os amigos e a não querer pagar ;))

Não sei quem é o “Dr” Marino Magina…

Saudações

Anónimo disse...

Cara Otília Reisinho.
Cumprimentos.
O Dr. Marinho Magina foi presidente da Direcção do Leixões e liderou o PSD local alguns anos. Não sendo da terra, ele próprio confessou que só andava nessas lides por questões de promoção social.

Florentino Monteiro, Sendim

otília gradim disse...

Caro Paulo Marques

Sobre o que pensa do meu texto não vou comentar, porque isso poderia ser lido como uma interferência na sua liberdade de pensar o que quiser, mesmo que esteja em desacordo comigo… e isso eu não faço!

Mas acho que ou não leu com atenção ou não percebeu o que escrevi… e estou muito à vontade para lhe dizer isto porque aquando da inauguração do Museu Quinta de Santiago fiz afirmações que contrariam exactamente o que afirma. Como vou ter que pedir desculpa de forma pública à Elvira Castanheira pelo que afirmei na conversa que então tive com ela, conversa essa que não foi privada, aproveito para a referir e mais tarde lá terei que pedir as tais desculpas… quem sabe já o possa fazer de forma mais privada.

Nessa conversa afirmei para quem quis ouvir que não estávamos de acordo no que dizia respeito à candidatura do NM, e argumentei afirmando que se tivesse que decidir e só tivesse duas hipóteses a de votar (NM ou Aguiar) … votaria Aguiar!

Hoje, e após o lançamento da candidatura do Guilherme Aguiar, não afirmaria o mesmo já que, depois desta intervenção do vosso candidato, se só pudesse votar num dos dois, simplesmente votaria em branco!

Então o que mudou?... Mudou tudo!
O vosso candidato falou e estragou tudo

Primeiro, mostrou que não tem mais mérito que a Clarisse de Sousa deixando de ser razoável terem importado um candidato de Gaia

Segundo, não tem a mais vaga ideia dos problemas de Matosinhos e mostrou a sua demagogia populista… quase parecia o NM (não é por acaso que vai buscar um qualquer jogador do Leixões vendido ao FCP para seu mandatário!)

Terceiro, ofendeu os matosinhenses ao comparar o que se passa em Matosinhos (luta pelo poder entre G P e N M) com o que se passou na Bósnia… onde populações inteiras (milhares de homens mulheres e crianças) foram torturadas, violadas e assassinadas. Crimes contra a humanidade de maneira nenhuma são comparáveis a divergências políticas num estado de direito.

Não ser capaz de ver a diferença entre o que se passou na Bósnia e o que se passa em Matosinhos é aos meus olhos o suficiente para lhe retirar qualquer credibilidade como candidato e de o transformar num candidato perigoso.

Não disse isto? Façam um desmentido! E terei todo o gosto de o publicar no blog.

Não me vou alongar mais na resposta e espero ter sido capaz de lhe explicar que não é o facto de ele vir de fora que o minimiza. o que o inferioriza é ser demagógico, populista e irresponsável ao ponto de branquear crimes contra a humanidade e de ter gravemente ofendido todos os matosinhenses ao comparar-nos com a Bósnia!

Reafirmo que apesar de a Clarisse de Sousa não ser muito popular e de termos divergências políticas teriam pelo menos alguém a não dizer disparates tão graves. E, em alternativa, ainda tinham o Nelson Cardoso ou o João Sá (que teve a dignidade de cumprir o mandato como vereador), isto para não referir o Rodolfo Mesquita ou no próprio Paulo Coutinho.

Sei que a resposta não é a que queria mas…

Resta-me reafirmar que estarei disponível para publicar a retratação do vosso candidato no que diz respeito à Bósnia… aliás, se tal se proporcionar, irei confrontá-lo pessoalmente durante a campanha

Saudações

otília gradim disse...

Modesto,

Deixo essa respoata para depois.

Saudaçoes

Anónimo disse...

De facto, o Guilherme Aguiar poderia ter utilizado um melhor termo popular do que "Bósnia Portuguesa", expressão já utilizada, por exemplo, pelo ex-presidente Manuel Damásio no jornal «A Bola» em 19/7/1998 - "Não quero ver o meu Benfica transformado na Bósnia portuguesa".

Mas com a sua disponibilidade e falta de ocupação, só mesmo a Otília para comentar o uso de termos populares usados publicamente em Matosinhos...que perda de tempo.

Mais útil para a sociedade matosinhense seria propor soluções por mais absurdas que fossem, pois não existem soluções perfeitas.

Criticar e destruir é fácil, mas construir...

Anónimo disse...

Lol

Esta agora!!!!

Se o termo de comparação que arranjam para justificar as asneirolas ditas pelo Aguiar na sua apresentação é o Manuel Damásio ... Estamos conversados :o)

Guilherme Aguiar = Manuel Damásio????

Matisinhos ainda não é o Benfica... e só estão a dar razão à Otília....

Anónimo disse...

O quê??????????

Se o Guilherme Aguiar ganhar vamos ter uma nova "OPERAÇÃO CORAÇÃO" à moda laranja??

Os matosinhenses que se cuidem, ou que se preparem para abrir os cordões à bolsa!!!!

Está dito.

Matosinhos merece muito melhor do que o que estas laranjas podres nos têm para oferecer!!!!!!!!

Secção de Xadrez da Associação de Pais da Senhora da Hora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alexandre Cardoso disse...

Depois de ler o seu desabafo acerca desta candidatura, concluo que é muito fácil criticar quem tem um passado político e obra pública feita.
Quem nada fez ou faz, nada tem que se critique, portanto aí vocês já levam vantagem!

Naturalmente, que se pode questionar o propósito de determinadas afirmações que expressa mas isso fica sempre ao critério da maneira de ser e estar de cada pessoa e como vocês são useiros e vezeiros neste tipo de atoardas não há muito a dizer…