31 de agosto de 2007

A HIERARQUIA DA IGREJA CATÓLICA DEVE-SE ORGULHAR MAS OS DEFENSORES DOS DIREITOS HUMANOS ENVERGONHAM-SE!!!



O aborto terapeutico foi negado a 26 de Outubro de 2006, dez dias antes das eleições lesgislativas, a pedido das igreja católica e evangélica, assim como de outros movimentos anti-aborto do país.
MENINA DE 10 ANOS, GRÁVIDA, EM PERIGO DE VIDA - legislação proíbe aborto (Nicarágua)
"Evita" ficou grávida aos 9 anos em resultado de abusos alegadamente cometidos pelo primo Alejandro Torres, de 22 anos, em El Tortuero, uma recondita comunidade numa das zonas mais pobres da Nicaragua.
A menina, agora com 10 anos, está a 12 semanas de dar à luz, segundo os médicos que a acompanham.
As autoridades da Nicaragua reconhecem que a sua gravidez é de "alto risco" e que não está preparada para dar à luz, embora tenham advertido que não podem interromper o processo de gestação.
.
A Anistia Internacional confirmou numa reunião de seu conselho internacional, no México, sua política a favor de que as autoridades facilitem o acesso da mulher ao aborto em caso de estupro, incesto ou quando a gravidez represente um risco grave para a sua saúde.