10 de dezembro de 2006

A IRRESPONSABILIDADE DA CÂMARA ULTRAPASSA QUALQUER LIMITE!!

UM DOS MUITOS EXEMPLOS...

Quem desce a rua Tomás Ribeiro e cruza a Av. Serpa Pinto encontra este espectáculo de negligencia grosseira 




Para quem sobe a rua Tomás Ribeiro e cruza a Av. Serpa Pinto depara-se com este exemplo de total falta de respeito que a câmara tem pelos peões
Objectivo revelado pelo vice-presidente Nuno Oliveira: “Até 2013, ter todo o concelho livre de barreiras arquitectónicas no espaço público”.
Aqui pode-se ler o resto da piada ;)) 

Porque não começar pelo que dá menos trabalho e custa menos dinheiro?... que é remover as barreiras amovíveis? Ou ainda precisam de um estudo feito por uma qualquer universidade??

ISTO SÓ PODE SER UMA CABALA MONTADA CONTRA A METRO!!



No Jornal de Matosinhos foi publicada a noticia... em que uma Senhora se queixava e pedia ajuda por ter caído nas lajes da Rua Brito Capelo...
Será?...
Não se vê qualquer irregularidade nas lajes...
o passeio de lajes é absolutamente plano e... as poucas irregularidades que há estão muito bem sinalizadas!! Quando é que alguém fará sentar a Metro no banco dos réus para ser responsabilizada pela sua negligencia e condenada a indemnizar as pessoas pelos danos físicos, psicológicos e materiais sofridos?
A Metro tem gestores com bons salários, cheios mordomias e depois ainda tem uns gestores não executivos (significa que não fazem a ponta dum corno) com cartão de credito... é um fartar vilanagem!!!
A Senhora, que deveria poder circular em segurança na sua cidade e que ao que parece infelizmente não tem dinheiro nem para medicamentos, vê-se obrigada a pedir apoio para ser tratada.
Espero que a Metro tenha a vergonha e assuma a sua responsabilidade!

COMO OS ROMANOS DIZIAM: "PÃO E CIRCO"

.
A Câmara Municipal de Matosinhos na mais velha tradição... gasta mais de 300 mil euros (+ de 60 mil contos) a dar-nos circo!!

Com estes arcos luminosos que mais fazem lembram os santos populares... talvez seja a câmara a pagar algumas “promessas”... era escusado ser tão ostensivo em tempos de crise e restrições

Segundo a noticia do jornal Expresso (08/12/2006) Matosinhos tem no seu concelho três escolas das mais problemáticas do País!! Duas delas situadas na cidade de Matosinhos... será que isto constitui surpresa para alguém?... E depois vemos a câmara a esbanjar dinheiro na iluminação do Natal.

MATOSINHOS (3) EB 23 Matosinhos, EB 23 Professor Oscar Lopes, EB 23 Perafita

26 de novembro de 2006

ESQUERDA UNIDA... À DIREITA!

João Avelino, Clarisse de Sousa, Fernando Queirós, Luis Santos e Claudino Silva, criaram o movimento de cidadãos "Quinta da Conceição - Privatização Não!"
Neste post é feita referencia ao artigo do jornalista José Maria Cameira publicada na pag. 6 do Jornal de Matosinhos na edição de 24 de Novembro de 2006 (mal me seja possível farei o link directo ao artigo)
A concessão a privados da exploração da Quinta da Conceição é um assunto de vital importância para Matosinhos!... A prova-lo está a aliança que o Bloco de Esquerda fez com a CDU e o PSD para criar um movimento de “cidadãos” Quinta da Conceição – Privatização Não! Pergunto-me, e não consigo uma resposta aceitável (a não ser a do puro oportunismo) como justificar que esta mesma esquerda, agora em aliança com a direita, não se tenha constituído em movimento de “cidadãos” há muito mais tempo para impedir a privatização da água e saneamento, a privatização da manutenção dos espaços verdes e mais recentemente a privatização da recolha dos lixos?... será porque a direita aprovou todas estas privatizações?!
Como não considerar o movimento "Quinta da Conceição - Privatização Não!" como um movimento político-partidário?... Não é um movimento político – partidário?... mas se ele é encabeçado por João Avelino, dirigente do Partido Comunista Português, deputado municipal e porta voz do grupo municipal da CDU; Fernando Queirós, deputado municipal e porta voz do grupo municipal do Bloco de Esquerda; Clarisse de Sousa, líder da Comissão Política Concelhia do PSD e que votou todas essas privatizações. Não percebe esta colagem da Clarisse de Sousa, a não ser por uma necessidade de protagonismo que não terá de outro modo, já que não é autarca pelo seu partido e, sendo a direita defensora de toda e qualquer privatização e do desmantelamento da “coisa pública” em benefício dos privados, venha agora manifestar-se publicamente contra a concessão da gestão da Quinta da Conceição a privados.
O que verdadeiramente está em causa não é só a concessão, a privados, da gestão da Quinta da Conceição (verdadeiro presente envenenado que Narciso Miranda deixou a Guilherme Pinto), mas sim os valores que envolvem este negócio!!É que é de um verdadeiro “negócio da china” que estamos a falar... de um negócio em que a Câmara se predispõe a gastar 1.637.500,00 € para receber em troca 604.000,00€ (valores de 2005). Não, não houve engano nos números! … Para privatizar a gestão da Quinta da Conceição a Câmara propõe-se a gastar quase três vezes mais do que aquilo que irá receber pelo “negócio”.O melhor é analisarmos os números mais em pormenor: Para concessionar a Gestão da Quinta da Conceição pelo período de 5 (cinco) anos a Câmara estipula como base de licitação o valor de 604.000,00€, valor esse que permitirá ao concessionário explorar as seguintes áreas de negócio:
· Exploração da Piscina Municipal;
· Exploração do Campo de Jogos de Ténis;
· Exploração de Eventos de Animação e Lazer em período nocturno;
. Exploração da Explanada;
· Exploração do Bar do Campo de Ténis;
· Exploração do Bar da Piscina.
Para garantir as boas condições de funcionamento destes negócios a Câmara pagará ao concessionário, no primeiro ano, 947.500,00€ para que este efectue finalmente as obras que a Quinta da Conceição há tanto precisa (construção de sanitários e reparação das diversas infra-estruturas existentes, pavimentação do campo de ténis, construção e arranjo dos jardins e colocação de bancos, papeleiras etc.)
Finalmente, a cereja no topo do bolo, porque a utilização da Quinta da Conceição pelos, até aqui, utentes, mas, a partir do momento em que a negociata se concretize, clientes, irá causar desgastes no equipamento concessionado, a Câmara irá pagar ao concessionário 690.000,00€, para cobrir as despesas de manutenção do equipamento concessionado. Aqui convém relembrar que o negócio em questão é a GESTÃO da QUINTA da CONCEIÇÃO, e que não é preciso ser nenhum perito para se saber que o conceito de “GESTÃO” engloba não só a EXPLORAÇÃO, mas também a MANUTENÇÃO do equipamento concessionado.Como se pode verificar, nesta negociata, pois é de uma verdadeira negociata que se trata, a Câmara propõe-se a gastar 947.500,00€ para pôr “como novo” e a funcionar em pleno um equipamento acabado de entregar à gestão de uma entidade privada, e desembolsará, por cinco anos dessa gestão privada, 86.000,00€, dinheiro que constituirá um lucro para o concessionário, que o irá somar ao vultuoso lucro que irá obter da exploração dos negócios listados em um !!!!!!!!!

25 de novembro de 2006

QUINTA DA CONCEIÇÃO... UM CASO DE MÁ GESTÃO DA COISA PÚBLICA!

Mas o que se passa agora com a Quinta da Conceição, sucedeu também com a recolha do lixo, manutenção dos espaços verdes, com a distribuição da água e saneamento. Pode-se portanto identificar uma tendência e desenhar um quadro de análise mais rigoroso. O pensamento único que hegemoniza hoje é o que concebe os poderes públicos como intrinsecamente maus gestores, parentes pobres da iniciativa privada. Tal é tanto mais grave quando a assunção de culpa é feita pelos próprios responsáveis políticos que alegam a sua incapacidade para a gestão da “coisa pública”. As Câmaras dedicam-se ao outsourcing de serviços, as pessoas deixam de ser cidadãs e passam a ser clientes. A ideologia liberal retorna, põe em causa bens públicos essenciais e mina os fundamentos para a participação e controlo democrático do/as cidadã(o)s. A receita dos tempos modernos é afinal bem velha. Alguém ganha com isso, mas não é seguramente a comunidade.

HUGO RODRIGUES DIAS

Licenciado em Sociologia Doutorando na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra

.

O DISPARATE É LIVRE

Também contra privatização da Quinta da Conceição, o bloquista Fernando Queirós defende que “os espaços verdes não deve ter animação nocturna intensa que gestão privada vai querer”. “A natureza também precisa de descansar”, argumenta o líder da bancada do BE, sustentando que “há sempre eventos que atraem gente pouco cívica, com hábitos mais exuberantes e embriagados”.



24 de novembro de 2006

A MÃE... LOGO LHE CHAMOU NARCISO

Há uma coisa que lhe quero dizer: não tenho complexos, tenho a auto-estima muito alta, nunca tive medo dos “medos”, nunca tive medo das sombras, sou muito afirmativo, muito convicto, actuo sempre na base de causas e valores...

Não diz é que valores... 

8 de outubro de 2006

REFORMA DE MISÉRIA!!


Narciso Miranda recebe a pensão de reforma de 3273,01 € desde Março de 2005. Com uma reforma de miséria como esta é evidente que o senhor José tem que fazer pela vida.
clicar

Pena foi não ter podido ficar mais quatro anos a receber a reforma + o vencimento de presidente da câmara (a recibo verde) + as ajudas de custo

Deixar de ser autarca custa!!... ;)))

25 de setembro de 2006

A TRAVESSIA DO DESERTO... OU O LOBO VESTIDO COM PELE DE CORDEIRO?

"O ex-presidente da Câmara de Matosinhos, Narciso Miranda, acusou a organização da Convenção Autárquica do PS local, que hoje decorre, de «excluir e ostracizar» quem durante 30 anos «construiu a gestão tranquila socialista» daquele concelho" 

23 Setembro 2006 .

"Não sou ingénuo; sou é muito generoso e sou uma pessoa muito tolerante. Por isso é que disse há bocadinho que nós estamos na semana de combater o Judas e acho que devemos ser muito tolerantes e devemos combater os Judas que andam para aí espalhados."

15 Abril 2006


"Tenho obras, muitas obras, para outros mandatos"

2004

19 de setembro de 2006

A CÂMARA MUNICIPAL DE MATOSINHOS NÃO SE POUPA A ESFORÇOS PARA FAZER DISPARATES!



Estes terrenos, situados em frente às instalações do Comando da Zona Marítima do Norte, são propriedade do Ministério da Defesa Nacional – Marinha.
Nestes terrenos passava o antigo Pipeline da Sacor-Marítima que ligava o porto de Leixões à refinaria.
Após a retirada desse Pipeline, competia à Sacor-Marítima despoluir e reparar os danos provocados nos terrenos por onde passava esse Pipeline.
As obras que se efectuaram nos terrenos em questão – Ajardinamento e Vedação – deveriam ser encargos do Ministério da Defesa Nacional, que é dotado de orçamento próprio, suportado pelo Orçamento Geral do Estado.
Câmara, ao assumir os encargos resultantes do Ajardinamento e Vedação dos terrenos da Marinha, esbanjou dinheiros do Orçamento Camarário que poderiam ser muito melhor gastos noutras obras, mais necessárias aos munícipes.

62.800,00€ é muiiiiito mais do que o Dr Guilherme dá para as escolas da Freguesia de Matosinhos

AQUI ESTÁ UMA BOA

Livros escolares gratuitos

A Junta de Freguesia de Matosinhos vai entregar, gratuitamente, livros escolares do primeiro ciclo do ensino básico. O objectivo é apoiar os alunos mais necessitados e as suas famílias desfavorecidas, que poderão solicitar os manuais na secretaria da autarquia, a partir das 15 horas de hoje.
Têm apenas de fazer prova das suas carências.
Entretanto, algumas entidades e população da Freguesia, sensibilizadas para esta acção, ofereceram exemplares de diversos anos, que foram guardados no Depósito de Livros de Ensino da Junta de Matosinhos.
Agora, são uma ajuda fulcral para quem não tem capacidades financeiras para adquirir novos manuais no início de cada temporada lectiva.
Trata-se de uma iniciativa inédita no Concelho, a copiar por outras autarquias, tão significativo e rico é o seu alcance social.

"CU" INCIDÊNCIA ou MUITO SABIDO?


Narciso Miranda na cidade de Ponta Delgada...
...

Mas sabe o que me impressionou quando fui ali dar uma volta e encontrei um grupo de Leixonenses, no máximo 20 ou 30 pessoas, entusiasticamente a defender o seu Leixões encontrei lá um jovem, o presidente da Junta de Freguesia da Senhora da Hora, o Alexandre Lopes, com grande entusiasmo, saltou no segundo golo, uma coisa impressionante; eu até fiquei a pensar, porque é que está aqui o presidente da Junta da Senhora da Hora, o Alexandre Lopes, o meu querido amigo, e ele lá me disse: então você não vê que o Estádio do Mar fica na Senhora da Hora? Bem, isto foi um grande entusiasmo com esta vitória do Leixões aqui por 2-0 e portanto foi muito agradável para mim, foi até emocionante ver num estádio onde estavam mais de mil pessoas, ver vinte ou vinte e poucas pessoas de Matosinhos do Leixões aqui a defender a bandeira de Matosinhos, a defender as cores do Leixões e o presidente da Junta da Senhora da Hora, Alexandre Lopes, que eu aprecio muito, aqui a gritar pelo Leixões.

Excerto transcrito do JORNAL DE MATOSINHOS publicado a 15 de Setembro de 2006
Escrito por Adelino Costa

18 de setembro de 2006

PERDOAI-LHES SENHORA QUE ELES NÃO SABEM O QUE FAZEM!!!

Na revista nº1 da Senhora da Hora transcreve-se:

Por seu lado, Alexandre Lopes salientou que sendo as juntas de freguesia "um veículo político mais próximo das populações, tem de ter um papel social mais preponderante". E é neste sentido que o Presidente da Junta de Freguesia Senhorense afirma estar a trabalhar para proporcionar à população mais apoio social.

Eu quero testemunhar aqui a verdade das palavras do senhor presidente Alexandre Lopes!! Assim, para proporcionar mais apoio social aos Senhorenses, começou pela própria casa e FARDOU o pessoal dos serviços administrativos!! Agora as Senhoras dos serviços administrativos não precisam de comprar a sua própria roupinha… o senhor presidente comprou-lhes as fardas com o dinheirinho do Orçamento da Junta… isto é ou não é apoio social????...
Agora os Senhorenses quando vão pedir um atestado de pobreza até se sentem melhor!!… Olham para as Senhoras tão bem fardadas (as fardas, cor de “caca”, são um mimo) e pensam que estão a ser atendidas nos balcões de uma qualquer agência de viagens … e a auto estima dos Senhorenses carenciados dispara… e acreditam estar a comprar um bilhete que os levará aos Açores para verem o seu Leixões jogar!!
E como este senhor presidente é muito esforçado e preocupado com o apoio social não manda retirar o monstro da barreira de vidro que resguarda as fardas de maiores proximidades com os pobres e carenciados… mantendo assim as devidas distâncias!!!!

17 de setembro de 2006

QUERO AGRADECER PUBLICAMENTE

Ao Sr Alexandre Lopes actual "Presidente" de Freguesia da Senhora da Hora! O Sr. Lopes deu-me uma imprescindível ajuda nas minhas lides domésticas!... com a revistinha da Senhora da Hora



Custa 12.000, 00 e tal euros… é caro!!..
Mas não tem importância… o dinheiro até nem é dele!! Sai do Orçamento da Junta...
Sempre é uma ajuda para as mulheres terem tempo para estar na política... por paridade!!







Já os homens estão na política por Mérito!!! embora por vezes seja muito difícil de se lhes reconhecer algum!!!!

SEM CAPACETE...




E se o Dr Guilherme Pinto responder à continência do 2º comandante da Polícia Municipal?...


SABEMOS QUE O SR JOSÉ RODRIGUES...

Sabemos que o Sr José Rodrigues é actualmente muito visto a assistir ao sermão do Sr Padre ou então a assistir a funerais. Dizem as más línguas cá da aldeia que é uma tentativa de ver se não vai ao seu!

O próprio esclareceu que gosta mesmo é de ouvir o Padre


Para ouvir ;)) é só clicar


DESEMPREGO EM MATOSINHOS



José Narciso Rodrigues Miranda tem vindo a afirmar que não precisa de férias!!... sabemos de fonte segura que está mesmo é necessitado de emprego!!